Cada vez mais populares as fichas DeFi empurram o domínio das Bitcoin para menos de 56,5%.

Principais destaques:

  • O domínio do bitcoin vem caindo lentamente, mas de forma constante desde julho
  • A principal razão é o surgimento das fichas DeFi, enquanto projetos como Cardano, ChainLink e Polkadot também contribuíram com uma parte de leão
  • Vitalik Buterin e Changpeng Zhao exortam os investidores a serem cautelosos, chamando o mercado agrícola de rendimento DeFi de „insustentável“ e „uma bolha“.

Já escrevemos anteriormente sobre o efeito que o frenesi DeFi em curso teve sobre os volumes comerciais da maior bolsa descentralizada (DEX) Uniswap. Entretanto, esta não é a única mudança que as fichas de DeFi trouxeram para os mercados de moedas criptográficas. A crescente popularidade das fichas DeFi baseadas no Ethereum, juntamente com o aumento de outras moedas criptográficas, tais como Cardano, ChainLink e Polkadot, fez com que o domínio da Bitcoin Revolution descesse abaixo de 56,5%.

O Ecossistema Ethereum está desafiando a Bitcoin

O criptograma primogênito do mundo perdeu a maior parte do mercado para os protocolos DeFi baseados no Ethereum em expansão. Com a próxima atualização do ETH 2.0 e a mudança para o mecanismo de prova de consenso, a segunda maior moeda criptográfica e as fichas formadas em sua cadeia de bloqueio provavelmente vão desafiar ainda mais o domínio da Bitcoin.

Para diminuir ainda mais a participação da Bitcoin nos mercados de criptografia, vários outros projetos de moedas criptográficas aumentaram significativamente seus limites de mercado recentemente. Exemplos incluem, mas não estão limitados ao ChainLink, Cardano e o recentemente lançado Polkadot, que rapidamente subiu para as 5 principais moedas criptográficas por capitalização de mercado.

Enquanto o ChainLink se concentra nos oráculos de preço e dados, tanto o Cardano quanto o Polkadot são correntes de bloqueio que suportam contratos e aplicações inteligentes. Ambas as redes principais têm visto muitas melhorias e atualizações ultimamente e são populares entre os desenvolvedores que querem evitar os altos preços do Ethereum e a produção limitada de transações.

Devido a todas as razões listadas acima, Bitcoin BTC, o domínio de 2,53% tem caído de forma relativamente constante desde o início de julho, quando ficou em 65%. Nos últimos dois meses, o BTC perdeu quase 10% da participação de mercado, já que a dominância do BTC atingiu um mínimo de 55% em 2 de setembro. Na época em que foi escrito o domínio da BTC era de 56,4%.

O domínio do Bitcoin foi desafiado várias vezes no passado

Embora a Bitcoin nunca tenha perdido sua posição de maior moeda criptográfica do mundo por capitalização de mercado, sua porcentagem de dominância tem visto alguns altos e baixos ao longo de sua existência. A menor dominância registrada pelo BTC foi um pouco abaixo de 33% em janeiro de 2018, quando o frenesi ICO 2017-2018 estava em pleno andamento.

Curiosamente, a menor dominância de mercado da Bitcoin foi apenas um mês à parte de sua maior alta de todos os tempos em dezembro de 2017. No entanto, a Bitcoin sempre recuperou gradualmente sua participação de mercado e sua dominância esteve acima da marca de 50% durante a maior parte do tempo em sua história.

Os especialistas da indústria acreditam que a história vai se repetir, isto é, a Bitcoin vai recuperar sua participação de mercado novamente, uma vez que as taxas de juros extremamente altas prometidas por alguns protocolos agrícolas de rendimento DeFi são insustentáveis a longo prazo. Se, ou deveríamos dizer quando, tais fichas de DeFi caírem, a Bitcoin provavelmente recuperará um ou dois por cento da fatia de mercado.

Tanto Vitalik Buterin quanto Changpeng Zhao pensam que a DeFi está se tornando uma bolha de arremesso total.

Já informamos anteriormente que o co-fundador do Ethereum, Vitalik Buterin, está se mantendo fora da loucura da DeFi. Ele pediu cautela ao investir nas fichas de DeFi e revelou que acredita que o mercado agrícola de rendimento DeFi é insustentável.

O CEO de Binance, Changpeng Zhao, parece compartilhar uma opinião semelhante, a julgar por seu tweet de 1º de setembro:

Como mostra a tabela abaixo, as fichas DeFi são de fato muito voláteis e devem ser consideradas um investimento muito arriscado.

Adaption: In Ohio you can pay your taxes with Bitcoin

The US state of Ohio has been accepting tax payments in Bitcoin since this week. Companies can register for the service via an online platform and then pay a variety of taxes with Bitcoin.

Bitcoin revolution from San Francisco then converts the payments into US dollars

The squirrel feeds itself laboriously. This phrase also applies to the Bitcoin revolution adoption, because the path from asset class to means of payment is long. Nevertheless, the message about the Bitcoin revolution acceptance for the settlement of tax debts in the US state of Ohio in stormy crypto times is good news.

But one thing at a time. As the Wall Street Journal reports (Attention Paywall), citizens of the U.S. state of Ohio will soon be able to pay a variety of different taxes in Bitcoin. These include VAT, payroll taxes and certain taxes on consumer goods such as gasoline and cigarettes.

Until now, only companies have been able to pay their taxes in Bitcoin. They must register via the ohiocrypto.com website. However, according to the report, the state plans to expand its tax system to include taxable private individuals in the medium term.

Crypto friend Mandel as Bitcoin loophole architect

The driving force behind the Bitcoin loophole project was Ohio Treasurer Josh Mandel. The Republican is considered a strong proponent of crypto currencies: https://www.forexaktuell.com/en/bitcoin-loophole-scam/ For me, Bitcoin is a legitimate form of money, the politician told the Wall Street Journal.

According to the U.S. Treasury Department, the agency identifies six reasons why companies should take advantage of the new offer: The speed of payment processing, low fees, blockchain tracking, greater transparency, a high level of payment flow security, and the ability to initiate mobile payments.

According to Mandel, the online service will be open from the beginning of this week:

„From the beginning of this week, companies in Ohio will be able to register on ohiocrypto.com and pay various taxes with Bitcoin. At some point, the service will be extended to private individuals.“

In collaboration with Bitpay
However, the state relies on the payment provider Bitpay for payment processing. The San Francisco-based company will soon convert the Bitcoin into US dollars. This step is necessary because the US dollar is the only legal tender in the country.

Even if the taxes are not booked in the form of Bitcoin, the step is a clear signal from the Ohio administration to be positive about crypto currencies.